Como criar um hábito

Mais uma vez estou eu  no bate-papo do Facebook com a Heleni e a mesma conversa: “Ah, tem um monte de coisa legal acontecendo, mas tô sem inspiração e blábláblá…”

E como várias coisas nos últimos dias (semanas, meses…) aconteceu sem querer, ao longo do dia, de eu me testar em dois momentos bem cruciais:

1 – Ao acordar de manhã cedo arrumei a cama (contrariando minha lógica de: “pra que arrumar se vou deitar de novo e vai bagunçar?”)

2 – Após o almoço controlei a vontade insana de comer um chocolate.

Nos últimos tempos tenho percebido o quanto arrumar a cama é um símbolo para eu arrumar minha própria vida: cuidar da minha rotina, manter o quarto/apto razoavelmente organizado… arrumar a cama é me preparar para o dia que está começando e isso me faz bem, então quero que se torne um hábito.

Não comer chocolate (ou brigadeirão, ou negrinho ou qualquer doce feito à base de chocolate) depois do almoço é realmente um desafio pra mim. Sou viciada em chocolate, isso é um fato que me acompanha ao longo do tempo e sempre me incomodou. Eu quero que vire um hábito não comer chocolate depois do almoço.

Dois hábitos, dois inícios de hábitos no mesmo dia, por acaso.

Quando me dei conta disso estava no carro, dirigindo de volta de uma associação de catadores para a sede da ONG, me senti super feliz e inspirada!

Me dei conta que de acaso tudo isso não tem é NADA.

No último sábado tatuei no pé um Cruzeiro do Sul, há muito tempo que queria, mas não achava o desenho certo, ficava com medo da dor (todo mundo diz que no pé é terrível, é dói mesmo!)… enfim. Esse Cruzeiro do Sul representa novos rumos, novos caminhos… e, ao mesmo tempo minha origem. Porque eu acredito que tão importante quanto saber pra onde quero ir é saber de onde eu venho.

Assim, guiada por Rubídea, Mimosa, Pálida, Intrometida e Estrela de Magalhães, vou tentar fazer dessas duas atitudes um hábito ficando 21 dias consecutivos arrumando a cama ao acordar e os mesmos 21 dias consecutivos sem comer chocolate depois do almoço (e não vale compensar e comer na janta! É sem comer em qualquer horário do dia!).

E, como se não bastasse os dois acontecimentos marcantes e inspiradores do dia chego de volta na sede da ONG, vou checar meu e-mails e acabo dando uma conferida básica pra ver como anda o financiamento do meu projeto no Catarse, eis que: http://catarse.me/pt/projects/578-compartilhando-minha-experiencia-no-guerreiros-sem-armas-2012

Consegui captar mais que o valor mínimo!!!! Faltando 7 dias pro prazo final! Fiquei tão feliz que transbordava alegria de dentro de mim!  \o/

Cruzeiro do Sul me indicando novos rumos, novos hábitos e que meu sonho de ser uma Guerreira sem Armas está cada vez mais perto.

Ainda tá um pouco vermelha, tá em processo de cicatrização.

Bora cumprir esse desafio! (Esse outro aqui: https://123efoi.wordpress.com/2012/03/30/desafio-1-um-novo-jeito-de-ver-os-naos/ não foi esquecido, só que preciso me lembrar de uma história de sucesso para contar. )

Beijos, gente!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s