Reaprendendo a Falar

Todo mundo acha que conversar é muito fácil, né!?

Eu falo e tu me escuta e vice-versa, certo?

Mais ou menos certo.

Na última quinta-feira (09/02) eu fui em uma atividade aqui na Escola de Verão do Hub Curitiba (http://hub-curitiba.com/) que teve como anfitriãs a Marta Magnus e a Roberta Perdomo.

A divulgação da atividade dizia o seguinte: Reaprendendo a Falar: Construindo Relações Sustentáveis – nós somos responsáveis pelas relações que construímos, e essas relações são geradas através da nossa linguagem. Uma relação se baseia em um compromisso com o futuro. E cada relação necessita ser cuidada e cultivada.

Pensei comigo: “Pronto! Vou lá buscar a salvação pra conseguir finalmente ter relações que se sustentem com o tempo, com a distância, com o desgaste natural das relações.” E quando falei para todos que buscava salvação foi aquela risada geral, mas sai de lá com esse sentimento: “Estou salva, basta que eu mude meus padrões de comportamento nas minhas relações já existentes e nas que estou construindo.”

Entre tantas coisas que foram ditas (anotei tudo no meu caderno e passei a limpo com desenhos e cores pra não esquecer mais!) as coisas que me marcaram foram as seguintes premissas:

1º) Nada é óbvio! Portanto, fale o que tu sente, o que tu pensa…

2º) Cada pessoa é uma observadora única da realidade. (Observador = visão + interpretação). Então chega dessa história de querer que o outro veja e entenda as coisas do mesmo jeito que tu!

Além disso, elas disseram que não existe relação sem conversa e a Marta deu o exemplo da irmã que fala que ela e o marido se dão muito bem, eles apenas não conversam. Como assim?!? Como pode se dar bem se não conversa??? Então, eu parei pra pensar e percebi que tenho algumas relações assim, também e conheço pessoas que também dizem a mesma coisa… =(

Falando na Marta, ela e a Roberta arrasaram na facilitação. As 3 horas de atividade passaram voando e no final eu só pensava em como colocar em prática tudo aquilo que tava sendo dito!

Além disso, compartilhei com o pessoal a experiência de falar pelo espelho comigo mesma (isso tá aqui nesse post: https://123efoi.wordpress.com/2012/02/03/espelho-espelho-meu/) e uma menina se inspirou e veio conversar comigo. Ela disse que ia experimentar e ver se tinha efeito pra ela também. Fiquei beeem feliz por isso.

Então é isso, estou reaprendendo a falar.

Eu concentrada pensando em duas relações que quero sustentar! ;D

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s